Descrição do Projeto

Em pleno século XXI constatamos, cada vez mais, a discussão e a intensificação do grau de exigibilidade de competências pessoais e profissionais indispensáveis ao sucesso no mercado de trabalho e dentre elas vale a pena destacar uma questão tão importante, relevante, imprescindível e pesquisada pelas empresas, que é a criatividade.
 
Já foi o tempo em que os trabalhos eram definidos previamente, estabelecidos na sua forma e conteúdo, com regras, normas e procedimentos, sem a perspectiva de mudanças, propostas de melhoria ou até mesmo de reformulação na forma e no método de execução.
 
Evidentemente que nem tudo mudou assim tão drasticamente. Uma grande parte de atividades profissionais devem observar obrigatoriamente os padrões, conceitos e normas e procedimentos preestabelecidos, para a correta execução dos trabalhos e a consecução de metas de interesse da organização.
 
Os cronogramas, planejamentos diversos, datas, processos e múltiplos objetivos continuam a ser estabelecidos e observados, para que as etapas de trabalhos sejam cumpridas e os resultados sejam alcançados.
 
No entanto, é inegável a força e a importância que vemos na questão da criatividade, expressão tão usada, apregoada e exigida já no final do século XX.
 
A criatividade é a qualidade de criativo, reflete a capacidade criadora, engenho, inventividade. Ser criativo é ser criador. E o criador é todo aquele que cria ou criou. Ele é fecundo, fecundante, inventivo, fértil, que apresenta um talento criador. E o verbo criar significa: dar existência a alguma coisa, tirar do nada, gerar, formar, produzir, inventar, imaginar, suscitar, estabelecer, instituir, originar, etc.
 
E a criatividade está ligada à motivação? Depende da motivação?
 
Ora, se falarmos de motivação, iremos nos defrontar, sem dúvida, com sucessivos e constantes aspectos que acarretam a sua elevação ou até mesmo de sua perda, e que envolvem, decisivamente, o profissional, superiores hierárquicos e a empresa onde atua.
 
O indivíduo desmotivado tenderá sempre para a insatisfação no trabalho, fator este que propicia o surgimento de falhas, erros e descuidos, faltas e atrasos constantes, elevação do nível de irritabilidade e frustração, além da diminuição do grau de relacionamento com os demais colegas da empresa e com seus superiores hierárquicos.  
 
Mas quando a situação apresentar muita positividade, tratamento adequado, incentivos e estímulos, o funcionário acabará percebendo a preocupação e o interesse da organização; a expectativa de bons trabalhos que poderão ser planejados e desenvolvidos; a importância de suas atividades e a confiabilidade transmitida, que possibilitarão, certamente, a melhoria das relações profissionais.
 
A criatividade surgirá, pois o indíviduo ajustado tende a pensar, imaginar e utilizar a sua capacidade inventiva também para os seus trabalhos, para a proposição e reformulação de procedimentos e para o desenvolvimento e implementação de novas e importantes estratégias, que resultarão em melhorias nos processos, sistemas e operações das organizações.
 
Desta forma, é fundamental estimular os funcionários a criar; as empresas devem se preocupar com esta questão, estudando e implantando programas que incentivem a criatividade, bem como devem identificar as mentes criadoras, distinguindo-as das demais e valorizando-as, de forma irreversível.
 
As competências pessoais e profissionais se fortalecerão, culminando em processos de avaliação positiva e identificação dos talentos existentes no ambiente organizacional. Esses talentos são prospectados no mercado de trabalho e representam um verdadeiro diferencial no capital intelectual das organizações e constituem, verdadeiramente, um diferencial para a vantagem competitiva.
 
Os novos tempos não são propícios àqueles que não criam, não desenvolvem e nem propõem nada substancial às empresas onde atuam, no desenvolvimento de suas atividades profissionais.
 
Os novos tempos exigem uma mudança de postura e atuação dos profissionais, que devem estar sintonizados, informados, atualizados e preparados para oferecerem permanentemente a sua contribuição e a sua criatividade aos processos, sistemas, métodos, atividades, etc., que se revestirá de extrema importância para si próprios e para suas organizações.

 

Cliente

Adm. Pedro Carlos de Carvalho





Projetos Relacionados