Fundação da Associação dos Administradores da Região de Campinas e Sindicato dos Administradores do Município de Campinas

Associação dos Administradores da Região de Campinas


         Em 1981, um grupo de recém formados em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas – PUCCAMP, em conjunto com profissionais de diversas empresas, entre elas Companhia Paulista de Força e Luz – CPFL, Texas Instruments, Mercedez Benzdo Brasil, Arthur Andersen S/C, Robert Bosch do Brasil, etc., sentindo a necessidade de ter uma Entidade que representasse a categoria do então Técnico em Administração, resolveram fundar a Associação Profissional dos Técnicos de Administração de Campinas.

         Através de convocação publicada no jornal Correio Popular de Campinas, foram convidados todos os técnicos em administração da cidade para participar da criação da Associação, cuja constituição buscava, principalmente, representar perante as autoridades administrativas e judiciárias da cidade, os interesses individuais e coletivos dos associados e da categoria profissional como um todo, além de servir como elo de ligação como Conselho Regional dos Administradores do Estado de São Paulo – CRASP, que funcionava na Capital Paulista à Rua Cincinato Braga, 59.

         Constituiu-se, então, uma Comissão Organizadora incumbida de buscar junto ao CRASP, orientação e apoio para a fundação da Associação Profissional dos Técnicos de Administração. Em 17 de Maio de 1982, foi publicado no Diário Oficial do Estado a Convocação da Assembleia Geral, com a finalidade de fundar a Associação Profissional dos Técnicos em Administração de Campinas, aprovar seus Estatutos e eleger a Diretoria e os membros do Conselho Fiscal. Reunidos em 13 de Julho de 1982, cerca de 80 (oitenta) profissionais da categoria, já em sua sede provisória, à Rua José Paulino, 1248, sobreloja, conjunto 3, fundaram definitivamente nossa Associação. A primeira Diretoria foi constituída pelos administradores Joaquim Carlos Dias, Paulo Antonio da Graça Lima Zuccolotto, Nivio Inácio Moralez, Rodolfo Koch, Gilberto Ferrara, Décio Haramura, Boanerges Alves dos Santos Junior, José Maria Rangel, José Paulo Ferreira, Ramon Rezende Cobra, Marcos de Abreu Sampaio Spinelli e Tócris Douglas Pelosi.

         A Câmara Municipal de Campinas, por proposição do vereador Natal Galassi, por unanimidade, através daLei Municipal nº 5.460, de 23 de Agosto de 1.984, foi sancionada e promulgada pelo Exmo. Prefeito José Roberto Magalhães Teixeira, reconheceu-a como órgão de Utilidade Pública Municipal. Em 1994 com a Resolução Plenária e a efetiva colaboração do Sr. Roberto Carvalho Cardoso, Digníssimo Presidente do Conselho Regional dos Administradores do Estado de São Paulo, a Associação passou a ser a Delegacia do CRASP da Região Administrativa de Campinas, facilitando sobremaneira, o registro dos Administradores Profissionais.


                                                               Sindicato dos Administradores do Município de Campinas


       Em 20 de Julho de 1990, convocados pela Associação dos Administradores da Região de Campinas – AARC, reuniram-se em Assembleia, no Auditório do Hotel Bahamas, os Administradores de Campinas e Região, para a criação do Sindicato dos Administradores do Município de Campinas – SINDAC, que surgiu, com a precípua finalidade de representar e defender os interesses de sua categoria profissional, em juízo ou fora dele e promover todo tipo de reivindicação relativa às relações do trabalho de seus associados e dos integrantes da categoria profissional, principalmente, face a Promulgação da Nova Constituição Brasileira (em 1988), que estabeleceu uma nova era nas relações do trabalho, através de uma série de conquistas reais do trabalhador, consagradas na própria Carta Magna da Nação. 

       Nesse dia, cerca de 70 (setenta) administradores elegeram sua primeira Diretoria, composta entre outros pelos seguintes administradores: Tocris Douglas Pelosi, João Vieira de Brito Filho, Antonio Ferreira de Souza Filho, Agnaldo Martinez Carrasco, Aloísio Ramos Guersoni, Joaquim Carlos Dias, Carlos Eduardo Veiga Mattos Barreto, Álvaro Priviatto, Gentil Canton e Décio Haramura.

       Com base territorial no Município de Campinas, sua primeira sede situava-se à Rua General Osório, nº 1031, conjunto 153.

       Em 20 de novembro de 1990 foi publicado no D.O.U. Conforme Normativa n°01/91 seção 01 página 22030, o Sindicato dos Administradores do Município de Campinas recebeu o registro sindical.